segunda-feira, 20 de maio de 2013

Janduís e Assú: missão comprida e cumprida!

Exausta... Realizadamente exausta... Assim começou a minha segunda-feira, dia 13 de maio. Dia de celebrar o fim da escravidão, e de pensar no quanto ainda falta para sermos todos livres de verdade... Livres de preconceitos, de ignorância, de miséria...

Ao final dessa jornada, dessas seis cidades visitadas, gosto de pensar que fiz algo importante. Foi um pouquinho só, mas foi o que pude (e mais até)... Gosto de pensar que contribuí com a formação artística de alguns grupos, de algumas pessoas. Acho que levei um pouco de poesia pra cada cidade.

A última viagem do Projeto De Janelas e Luas (patrocinado pelo Programa de Cultura do Banco do Nordeste / BNDES - Edição de 2012) matou dois coelhos numa só cajadada. Na verdade, não gosto dessa expressão... tadinho dos coelhos. Queria só dizer que visitei duas cidades numa só viagem!

Dessa vez quem me acompanhou e fez as vezes de produtora foi minha mãe, Eleonora Montenegro, diretora do espetáculo. Viagem de muitas celebrações: dia das mães, fim do projeto, primeira vez que ela vê o espetáculo depois de muito tempo (e com figurino, cenário, iluminação), primeira vez que me vê ministrar uma oficina (com um conteúdo cheio de coisas que ela me ensinou)... Um ciclo que se fecha, a vida que se renova sempre... Ensinamentos que passaram de vó para mãe, e de mãe para filha. O mais bonito é que cada uma guardou tudo com carinho e construiu verdades outras e ao mesmo tempo iguais, cada uma de um jeito, por um caminho que é só seu... Mas que não caminhamos sozinhas. Minha avó e minha mãe sempre estão comigo.
   
A viagem de ida foi tranquila. Na van de Seu Romualdo, música da melhor qualidade: de "Caçador de Mim" a "Hey Jude". Chegamos em Janduís - RN na quinta (09/05) de tardezinha. Ficamos hospedadas na casa que está sendo preparada para ser a sede da Cia. Ciranduís.
Jantamos uma sopinha maravilhosa na casa de Dona Dos Anjos. Não sei se era um restaurante, uma lanchonete, ou simplesmente uma casa que compartilha sua comida com os vizinhos a um preço bem pequeno. Muitos levam suas panelinhas pra buscar sopa e coalhada lá. Bonito de ver...

A oficina de Preparação Vocal aconteceu na quinta à noite e na sexta pela manhã, e teve como participantes atores de vários grupos de teatro da cidade. Era uma turma grande e curiosamente formada quase que só por homens, só duas mulheres se inscreveram. Pense num povo animado e disposto a trabalhar!... Estou louca pra fazer uma edição bacana com tudo o que foi filmado, pra mostrar a maravilha que foi ministrar essas oficinas.

Coincidência ou não, a chuva chegou com força em Janduís! Assim como em Umarizal, com direito a relâmpagos e trovões!... E o povo feliz! Disseram que vão mandar me buscar em fevereiro, que é quando os agricultores plantam, pra que eu "leve" a chuva de novo!...


Oficina de Preparação Vocal em Janduís

Ouvi histórias fantásticas do movimento cultural que acontece por lá... Antes a cidade de Janduís era conhecida pela violência, e hoje pelo Teatro de Rua!...
Infelizmente, dependendo de quem está no poder, eles não têm muito apoio. A Casa de Cultura, por exemplo, que foi fruto da luta desses grupos, hoje está abandonada e os grupos de teatro impedidos de utilizá-la. Isso não faz nenhum sentido... Ainda bem que não falta força, vontade e prazer em fazer teatro!

É importantíssimo falar que a maioria dos artistas que fizeram a oficina eram professores ou alunos de teatro. Através do teatro, crianças e adolescentes estão recebendo formação completa - conhecimento, cultura, desenvolvimento afetivo e social... E outros grupos estão surgindo na cidade. É incrível ver toda a cidade se transformar por causa da arte, e uma arte que valoriza sua própria cultura!

Fomos à Radio Comunitária falar sobre o espetáculo, em um programa de muita audiência: O Programa Radiola, com os divertidíssimos Antônio da Bacia e Pâmala Culpuar (interpretados pelos atores Rogério Silva e José Carlos - mais conhecido como ).

A apresentação aconteceu na Câmara Municipal, na sexta (10/05) à noite. Foi lindo ver o respeito deles pelo meu trabalho, mesmo sendo tão diferente do que costumam fazer. Fiquei feliz demais por ouvi-los dizer que o Projeto De Janelas e Luas os estimulou a pesquisar e estudar mais. Espero que essa turma não pare nunca...E que venham mais vinte anos para a Cia. Cultural Ciranduís, e para os outros grupos da cidade.

Não deixem de assistir o documentário do grupo no link abaixo:
CIRANDUÍS 20 ANOS

No sábado (11/05) de manhã bem cedo, combinamos com um motorista para nos levar para Assú. Só que o carro dele quebrou, e ele não nos avisou! Depois de muito esperar, ligamos para ele e descobrimos que precisávamos encontrar outra forma de ir pra Assú!
Lindemberg ligou pra todo mundo que conhecia até encontrar alguém que pudesse nos levar.
Agradeço demais todo o apoio que ele nos deu. Não posso deixar de agradecer também a Dona Lúcia, mãe de Lindemberg! Foi na casa dela que fizemos nossas refeições... Acho que engordei uns dois quilos, pelo menos. Comida maravilhosa, gosto de carinho mesmo.

Finalmente chegamos em Assú. Corremos para a pousada para engolir alguma coisa e nos trocar para o início da oficina. Jobielson, do Grupo Borná de Teatro, nos recebeu e nos levou até o prédio da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte - UERN. Tudo aconteceu lá e em apenas um dia! Pela manhã e à tarde ministrei a oficina, e à noite apresentei o espetáculo.

Assú foi a maior cidade que o Projeto visitou. E lá também tem grupos de teatro! A turma da oficina foi maravilhosa. Nem senti o cansaço, contaminada pela disposição deles. Depois, todos ajudaram a montar o cenário e ficaram de voltar para ver o espetáculo à noite.  
Oficina e espetáculo foram filmados para um programa chamado Intervalo Cultural, que será transmitido na TV local... Espero receber esse material depois!
O debate após a apresentação foi precioso... Dava gosto de falar, de conversar com aquela gente interessada em teatro... E dava uma felicidade imensa perceber que embarcaram nas histórias de Maria das Quimeras e Ismália.

Agradeço muitíssimo a Jobielson pelo apoio, e também ao Professor Akailson Lennon que nos recebeu na UERN e nos levou para almoçar.


Turma da Oficina de Preparação Vocal após o espetáculo

O cansaço após toda essa jornada era imenso... Mas era um cansaço bom. Sentia meu corpo vivo, e uma enorme satisfação na alma. Missão comprida... mas bem cumprida!

Agradeço ao Programa de Cultura do Banco do Nordeste/BNDES por patrocinar esse projeto. Foi maravilhoso. Sei que levei teatro, poesia, e formação artística para cada cidade. Mas acho que saí ganhando muito mais do que dei... Em troca, recebi muito! Muito carinho, hospitalidade, energia boa... Lições preciosas de persistência, humildade, força e fé, consciência do que é ser artista e sua função na sociedade.

O Projeto De Janelas e Luas acaba aqui. Mas o espetáculo segue vivo, agora muito mais vivo!... Inté!

Mais fotos em: 
https://www.facebook.com/dejanelaseluas  

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Janduís e Assu - Novas datas!

Em razão da estreia do espetáculo "Aboiá", do Arkhétypos Grupo de Teatro, que acontecerá nesse final de semana (3 a 5 de maio), precisarei adiar a visita do Projeto De Janelas e Luas à Janduís para o final de semana seguinte. Como Assu é pertinho de Janduís, farei uma viagem só, de 09 a 12 de Maio.

A programação então será assim:

JANDUÍS
QUINTA (09/05) - Oficina em Janduís das 19h às 22h
SEXTA (10/05) - Continuação da oficina das 09h às 12h / Apresentação do espetáculo às 20h.
ASSÚ
SÁBADO (11/05) - Oficina em Assú das 9h às 12h / Apresentação do espetáculo às 20h.
DOMINGO (12/05) - Continuação da oficina das 9h às 12h.

Aproveito para convidar a tod@s para a estreia do espetáculo "Aboiá"!

3 a 5 de Maio, sempre às 19h, no Barracão Clowns.
R$ 20 inteira e R$ 10 meia

Sinopse:

Uma terra, um boi, um menino... um som gutural, quase um canto se projeta ao longe... um aboiá de um vaqueiro véio... Uma boiada passando e no meio do caminho uma véia pára pra proseá... “Baleia...” Um povo alegre, de muita festa e de muita fé, de muita luta e de pouca água... essa é nossa sina, Matheus embaixador... O Cão e a Morte nos tiram pra dançá... Desgraça! A vida continua... Desgraça... Violência, arapuca... Desgraça! Uma procissão reza a Ave Maria... Os demônios estão à solta e cada qual carrega consigo o peso da sua história... Festa e desgraça no terreiro de baleia... Chuva!!! Vida!! Canto! Aboiá!


Barracão Clowns - Av. Amintas Barros, 4673. Nova Descoberta. Natal - RN. Fone: (84) 3221-1816.